sexta-feira, abril 13, 2007

O Crisântemo

Em grego, crisântemo significa "flor de ouro". No Ocidente e sobretudo entre nós, o crisântemo, não é habitualmente usada na decoração de interiores, talvez devido ao seu odôr tão específico, é mais uma flor associada aos mortos e aos funerais.
Mas é no Oriente que o crisântemo ganha uma dignidade indiscutível. Na China é cultivado há mais de 2.500 anos e é considerado uma das plantas nobres chinesas (as outras são o bambu, ameixeira e a orquídea). Era o distintivo oficial do exército e uma exclusividade da nobreza.
Para o Japão foi levado pelos budistas. Dada a sua semelhança com o sol nascente, acabou por se tornar um símbolo do país, inclusivamente, o trono do imperador era conhecido como o "Trono do Crisântemo" e o Selo Imperial tem a forma de um crisântemo. Há muitas lendas ligadas a esta flor, por exemplo, no Japão, existia a lenda de que uma única pétala da flor, colocada no fundo de uma taça de vinho, traria vida longa e saudável.
Existem mais de 100 espécies e mais de 800 variedades comercializadas no mundo.


















Nota: estas encontrei-as em Macau

Etiquetas:

1 Comments:

Blogger Vítor Leal Barros said...

adoro crisântemos... até já publiquei um post

7:03 da tarde  

Publicar um comentário

<< Home