terça-feira, maio 25, 2010

Ademar Ferreira dos Santos

Quando um bloger de visita diária, par mim, morre, é uma janela que se fecha para sempre, mas, quando um Homem, como o Ademar, morre, calou-se uma voz contestatária, plena de sabedoria, cultura, e, sobretudo, de liberdade.

Etiquetas:

9 Comments:

Anonymous Anónimo said...

Literalmente morreu o autor do Abnoxio ???
JNAS

1:19 da tarde  
Anonymous Anónimo said...

Este comentário foi removido por um administrador do blogue.

1:19 da tarde  
Anonymous olinda said...

A verdade nua e crua...
A perda de um amigo custa muito!
Um beijinho

Olinda

4:34 da tarde  
Blogger Ana Saraiva said...

O Ademar calou-se mas não se calaram os ecos das suas palavras...

5:34 da tarde  
Blogger frosado said...

Sim, JNAS, foi ele mesmo o autor do Abnóxio.

5:51 da tarde  
Anonymous Anónimo said...

O professor Ademar era um grande homem, a sua memória não será esquecida, cabe a todos os que o admiravam mante-la viva.

6:30 da tarde  
Blogger Sun Iou Miou said...

Um abraço.

1:10 da tarde  
Blogger Sun Iou Miou said...

Criei este espaço em memória do Ademar, onde irei traduzindo os seus improvisos:

http://improvisosdeademarsantos.blogspot.com/

3:35 da tarde  
Blogger Sun Iou Miou said...

homenagem dos alunos ao Ademar Ferreira dos Santos
Na próxima sexta-feira, 2 de julho, pelas 21.00h, na Escola Secundária "Camilo Castelo Branco" de Vila Nova de Famalicão, os alunos do Ademar querem partilhar numa aula com poesia e música o que o professor significou para eles. Venham...

Beijo
María

5:19 da tarde  

Publicar um comentário

<< Home