quinta-feira, maio 31, 2007

Matou-se e levou filha deficiente

Isto sim é sofrimento
Sempre me questionei sobre o sofrimento que gera a Mãe ou a um Pai, de um filho deficiente, quando pensam no futuro desse filho, que eventualmente lhes sobreviva. Não é fácil viver tranquilo, num País como o nosso, onde reina a injustiça de não haver instituições que tomem conta dos deficientes. Acho que era tempo de se pensar a sério nesse problema.

Etiquetas: , ,

2 Comments:

Anonymous Anónimo said...

Esse e outros problemas já deviam ter sido pensados há gerações...mas parece que só preocupam os directamente atingidos pela desgraça...Os outros, preocupam-se mais com politiquice mesquinha e que nada resolve.
Um casal meu amigo, a quem isso sucedeu, só teve uma solução e ajuizada: emigrou para o Canadá. E eram pessoas de bom nível com excelentes ordenados em Lisboa. Mas pensaram no futuro...
Grande país!...

12:52 da tarde  
Blogger FT said...

Não sei se leu a notícia do suicídio de mão e filha no cabo Espichel. A filha era deficiente.

6:33 da tarde  

Enviar um comentário

<< Home