domingo, novembro 28, 2010

A Vanessa e as "Novas Oportunidades"

Desenganem-se aqueles que pensam que esta Vanessa é a Vanessa da Ana Sá Lopes. Não. Esta Vanessa é casada (uma única vez), subsídio-dependente, dois filhos, pouco escolarizada, rural mesmo (vive nos arredores de Coimbra). O marido, o Zé Manel, é, às vezes, pedreiro, e, chega bêbado a casa com frequência. Tudo isto e mais sei lá o quê, faz com que a minha Vanessa seja dada a depressões e frequentadora assídua do Centro de Saúde, da zona onde vive. A médica de família, lá a vai ouvindo e doseando a medicação dos ansiolíticos e dos anti-depressivos e, curando, também, às vezes, as mazelas deixadas pelas rixas com o Zé Manel. Mas eis que, de repente, tudo muda - a Vanessa dirige-se à consulta e a médica mal a reconhece, cabelo arranjado, bem maquilhada, unhas pintadas de azul e com um sorriso nos lábios nunca antes visto. Apresenta uma auto-estima elevadíssima e, agora, já não quer a medicação habitual, vem é buscar compridos para "fortalecer a memória" porque anda a estudar. Inscrevera-se nas "Novas Oportunidades" e tinha a certeza que não voltaria a ser "Mulher a Dias". Estava a pensar fazer o 9º ano e já sonha que vai empregar-se numa loja dum Centro Comercial, ou noutra coisa ainda melhor, quem sabe?

E lá andou nos estudos, a ir ao cabeleireiro, a maquilhar-se e a tomar os compridos para "fortalecer a memória". As expectativas eram altíssimas, o subsídio razoável, e, enquanto durou, funcionou como elemento estabilizador. Acabado o curso, toca de mandar currículos para todo o lado onde era susceptível de arranjar emprego...Os dias foram-se passando, o emprego não apareceu, o subsídio acabou, a esperança também. A Vanessa voltou ao Centro de Saúde, regressou sem maquilhagem, sem cabelo arranjado, com as unhas partidas e sem brilho no olhar. Era a Vanessa de antigamente, regressara à vida real e à esfregona.
publicado também aqui

1 Comments:

Anonymous Anónimo said...

Porque será que no neste país, quem trabalha com esfregonas, não ganha o suficiente para manicures e cabeleireiros??? Ou livros e cinemas? ou que quer que seja para "descansarem" dos trabalhos?!!
M.I.

11:52 da manhã  

Publicar um comentário

<< Home