quarta-feira, fevereiro 01, 2006

Teresa e Lena querem ser "um casal como os outros"

Pessoalmente, acho que se elas querem casar, isso é lá com elas. Deve-lhe ser dado esse direito.

9 Comments:

Blogger Desambientado said...

Nem mais, nem menos.

6:40 da tarde  
Anonymous Anónimo said...

De acordo.
Agora que isto seja inscrito na agenda política e legislativa, normalmente.
Este problema não pode passar à frente da buscas de soluções para combater a fome, a exclusão social e a seca (só para enumerar 3).
Até lá que a Teresa e a Lena vivam juntas e felizes.

7:13 da tarde  
Anonymous mitó said...

Fátima
"Casal homosexual" é algo contraditório. No Dicionário de língua Portuguesa (Torrinha)o significado de casal é :- par composto de macho e fêmea ou marido e mulher -.
Parece-me que a palavra "par", pelo seu significado, estará mais adecuada. Que achas?

9:32 da tarde  
Blogger Mariana said...

Já tinha falado hoje desta questão no Fantástico Melga, por isso vou transcrever o comentário que fiz sobre ela:
Quando, há pouco tempo, na cadeira de Direito Constitucional, falámos de direitos fundamentais e referimos o direito de todos a contraír casamento, mencionámos que havia alguns condicionamentos a esse mesmo artigo, pois quando se fala em todos não se incluí, por exemplo, os menores de idade. Sendo assim, fiquei para o fim e, quando a aula acabou, fui perguntar à professora se o facto de os homossexuais não poderem contraír casamento, também era um condicionamento ao tal artigo. Não é, pelo simples facto de se entender por casamento a união entre pessoas de sexos diferentes. Entre homossexuais poder-se-ia chamar união ou outra coisa qualquer, mas por casamento já se pressupõe que se está a falar de algo entre pessoas não do mesmo sexo. Foi esta a explicação da professora e, de facto, uns dias mais tarde, em Introdução ao Direito, como exemplo de uma definição legal (já não me lembro do artigo), vimos que está plasmada no Código Civil a definição de casamento e que se explicita que este só se dá perante pessoas de sexos diferentes. Acho que assim se rebate a ideia de que não se esá a violar lei nenhuma ao impedir que pessoas do mesmo sexo queiram casar e gozar dos direitos assim subsequentes (o que não significa que eu concorde).

Mariana

P.S. - Os filmes do TAGV são todos às 21h30 ;-)

9:33 da tarde  
Blogger frosado said...

Mitózinha, limitei-me a transcrever do jornal!!! :(
Mariana, Merci :) Irei ver alguns que me faltam!

9:52 da tarde  
Blogger Caiê said...

No país onde estou a viver de momento, é permitida a união legal entre pessoas do mesmo sexo. No emprego, convivo com casais homossexuais que são legalmente casados.
A lei, no entanto, não invalida que ouçam uma data de piadas de mau gosto, de perguntas obtusas e de comentários discriminatórios todos os dias.
Pessoalmente, concordo a 100% com as uniões homossexuais. Porque havia eu de travar a felicidade alheia? Cada qual tem direito a trilhar o seu caminho.

12:24 da manhã  
Anonymous mitó said...

É claro que foi transcrito...

1:39 da tarde  
Anonymous Iara said...

Concordo com o seu post. Não devemos ser juizes de ninguem. Otimo o seu blog. Estou te visitando pela primeira vez e espero que não se importe com a visita e o comentário. Beijos

10:17 da tarde  
Blogger frosado said...

Iara, aqui são todos bem recebidos, desde que venham por bem!

9:57 da manhã  

Enviar um comentário

<< Home