sexta-feira, março 17, 2006

"Avaliação especial" atinge 75 mil funcionários

vamos lá aguardar os resultados. Vou esperar sentada.

4 Comments:

Anonymous Anónimo said...

Bem.
A linguagem desta "revolução" administrativa é preocupante.
Por exemplo o que querá dizer "externalizar"?
O uso de eufemismos faz transparecer a ideia de que não há coragem de chamar "os bois pelos nomes", recorrendo-se a neologismos para mascarar alguma coisa.

Ninguém contesta a necessidade de racionalizar as despesas públicas e combater o despesismo.
Mas,
o que é evidente nesta abordagem do governo - governo PS, saliente-se - é o alinhamento por conceitos neo-liberais, puros e duros.

Uma pergunta inocente:
o inefável "emagrecimento" do Estado (reivindicação do grande capital) com todas as suas consequências num País com mais de 2 milhões de pobres, não conduzirá inevitávelmente ao alijammento das responsabilidades sociais?

Depois, precisamos de saber quem, depois de depurado o orçamento do Estado, se sentará à mesa para repartir o bolo:
- as grandes empresas?
- o capital financeiro?

E, quem ficará com as migalhas:
- os pobres ?
- os excluídos ?

A visão economicista e tecnocrática dos assuntos de Estado começa a meter nojo...
aos cães!

Pelo que é melhor não esperar sentado. Olhemos para França.

11:53 da manhã  
Blogger frosado said...

Ó meu amigo, esperar sentada não quer dizer que concorde. O meu receio nº um, é que os excluídos sejam, sobretudo, os que não têm cartão rosa! e a seguir laranja, e por aí. Porque até agora o "emagrecimento" deste governo sócrates, tem sido para colocar os "yes man" do PS, não é verdade? Pode ser que aprendam alguma coisa com os ventos vindos de França!

12:32 da tarde  
Blogger FSilva said...

Não aprendem , nem com os ventos de França, nem de outro rumo. A política deste governo vem na linha antiga. Já esqueceram os disponíveis da função pública?

Rosa ou Laranja é uma questão de daltonismo...

12:51 da tarde  
Blogger Vítor Leal Barros said...

que se passa com o blogue fátima? alguns caracteres estão ilegíveis

2:09 da manhã  

Enviar um comentário

<< Home