sábado, abril 21, 2007

Cracas - Megabalanus azoricus

Cracas - A espécie Megabalanus azoricus deve o seu nome ao facto de ter sido originalmente descrita para o Arquipélago dos Açores.
Cracas é um marisco (carapaça calcificada semelhante a uma cratera de vulcão!) que se fixa, normalmente, em substratos rochosos, mas pode desenvolver-se também nos fundos dos barcos (onde causa estragos) ou a outros animais (por exemplo baleias). Cozinham-se em água do mar, e depois extraem-se de dentro da "carapaça" com um objecto de metal em forma de gancho. Deliciosas. Que saudades!
Foto- Luis Monte

3 Comments:

Anonymous jose augusto soares said...

Isto não se faz...
Mostrar cracas...a quem nem o cheiro chega....

Que saudades!

12:46 da tarde  
Anonymous Anónimo said...

Ui! Que saudades!
Fátima, esqueceu-se de dizer que nos restaurantes açorianos se vendem ao bico. Por isso, se nos Açores ouvirem a pergunta "Quanto leva por bico?", cuidado com as interpretações.

Cristiana

3:33 da tarde  
Anonymous e-pá! said...

Eu acrescentaria, em abono dos Açores, que as "cracas" proliferam em águas muito oxigenadas (batidas), e de preferência, limpidas.
Apesar disso, esta "delícia", tem sido objecto de intensiva predação e é, para nosso descontentamento, cada vez... mais rara.
Por cá, temos de nos contentar com os "percebes" - que pertencem à mesma família.
Mas comparar "percebes" com "cracas" é o mesmo que comparar um guarda-chuva com a feira de Espinho.

Adenda: nos rochedos (ilhéus) costa norte da Madeira também aparecem ... algumas "cracas". De resto, vive na Madeira, uma "craca-mor" - o Alberto João Jardim agarrado ao poder, como as "cracas" se agarram aos rochedos. É preciso sacá-las com um cutelo...

6:35 da tarde  

Enviar um comentário

<< Home