quarta-feira, novembro 12, 2008

Preços de fruta e legumes podem baixar até 40%

Cenouras, beringelas e pepinos com formas estranhas vão poder voltar a ser vendidos, a preços mais baixos (até 40% menos), caso avance a proposta da Comissão Europeia, que permite ainda a redução do desperdício em 20% (...)Actualmente, as regras comerciais em vigor impõem que as frutas e os legumes possuam determinada forma, tamanho ou cor para que possam ser classificados numa das três categorias da escala de qualidade. Os que não cabem dentro da tabela de classificação são aproveitados em conservas e compotas, ou pura e simplesmente deitados fora.
Considero isto uma justa medida, em nome das coisas imperfeitas e das formas estranhas... O tempo, só mesmo o tempo, para repor a normalidade...

Etiquetas:

1 Comments:

Blogger Rui Coutinho said...

Estes fdp (desculpa lá ó Cância) da UE ainda não se deram conta do que é a pegada ecológica. Há dias atrás o Público trazia um artigo sobre um estudo da WWF em que se referia que em 2030 seriam necessários dois planetas para nos alimentar.
São tão humanos e sensíveis que calibram tudo. Até os milhares que morrem à fome diariamente.
Para além disto tudo, estas medidas são só para proteger os mesmos de sempre: França, Itália e Espanha.
Deculpa lá ó FC, mas é mesmo p'rà puta que os pariu.

11:58 da manhã  

Publicar um comentário

<< Home