quinta-feira, março 19, 2009

A velhice

Um dia destes estava a jantar num restaurante quando assisti a uma cena deliciosa: Um jovem rapaz, aí com cerca de 25 anos, entra na sala amparando carinhosamente um avô, já bastante idoso, que anda com dificuldade apoiado num "andarilho". Sentam-se e tentam escolher o prato e então começa a cena - o avô não gosta de nada do que há no menu, só quer o que não há e vai protestando contra tudo, em voz alta o que deixa o neto bastante embaraçado, mas, este, pacientemente, lá vai aventando outras sugestões que o avô recusa liminarmente: "isso não presta, não gosto disso, esse peixe é de aviário, não como disso à noite, não gosto de pescada cozida, não como dessa carne, etc". O neto ri-se nervosamente, para esconder o embaraço e diz :"avô, não sejas esquisito! Olha que isso é bom!" Bem, depois de muito protestar o avô lá aceitou comer, não sei o quê, grelhado, mas, o pior, foi quando o prato chegou: "não quero isso, está tudo queimado, isso está amargoso, vai-me saber mal, não presta assim, está mal grelhado, este restaurante não sabe fazer grelhados". Naquela altura, o neto olhava súplice para os empregados e deveria querer esconder-se debaixo da mesa, tentando minimizar a situação diz:"tu é que disseste que querias bem passado, isto está bom, vamos provar!" Entretanto, entra outra neta e pergunta "então avô, estás bem disposto?" Ele responde, "não, não estou nada bem disposto, como posso estar bem disposto? este jantar não presta para nada!" Quando eu saí, vinha deliciada com aquele neto carinhoso e a pensar no que diz uma amiga: "A velhice é uma m. e coitados dos nossos filhos, porque depois já não nos damos conta de nada!"
E agora pergunto eu: será que no Lar da 3ª idade me vão tratar assim com tanta bonomia? Duvido.


Etiquetas:

2 Comments:

Blogger nanda said...

Claro que vão. Vais para um lar de 5 estrelas.

11:04 da tarde  
Anonymous Anónimo said...

Temo Fátima,por muitas vezes,por muitos velhos.Mas, o resingão da tua história tinha um neto, ao que parece,terno e compreensivo. Com que prazer terão partilhado a refeição? velho assim estará de bem em que lugar e com quem? de que forma lhe "chega" a proverbial sabedoria dos velhos? No lar de que falas o carinho há-de chegar-te e tu saberás conquistá-lo com as pessoas certas,sei-o.Visitar-nos-emos, ou, quem sabe,partilharemos o mesmo lar.

9:10 da tarde  

Enviar um comentário

<< Home