sexta-feira, março 24, 2006

A quem serve a regionalização?

Os jornais dizem que o governo vai avançar a regionalização no terreno e referendá-la depois. A minha pergunta é esta - para o comum dos mortais, isto é bom ou mau?

5 Comments:

Anonymous e-pá! said...

A regionalização fez parte dos "pacotes referendários" com que a Direita empaleou a Esquerda.
Ou, se quisermos ser mais concisos, o populismo socialdemocrata do Prof. Marcelo e o socialismo democristão do Engº. Guterres.
O processo foi simples:
Na IVG (não gosto da palavra aborto)a Direita contapôs a intensificação da educação para a saúde (materno-infantil)e melhor
esclarecimento à volta da contracepção. O beato Guterres ficou a rezar.
Na Regionalização a Direita contrapôs a "descentralização" que no seu entender tinha menores custos.
Uma vez no poder (Durão/Santana)nada fez. Perdão, houve aquela rábula da pulverização das Secretarias de Estado pelas capitais de Distrito, com os responsáveis em Lisboa. Caríssima pela duplicação de gabinetes, deslocações, etc.
O Engº. fez uma trapalhada de regiões, amochou, amuou, comprou um queijo Limiano, e ... foi-se embora.

Do que vemos no terreno, pode inferir-se que alguém (PS) aprendeu a lição - para a regionalização.
Para a IVG, "ainda" não!

9:53 da manhã  
Blogger FSilva said...

Somos o único país da UE que não regionalizou o seu território, passamos a vida, no jogo do empurra e do adiar.
É importante a regionalização para o futuro político da UE, qualquer que seja o modelo a optar, se é que haverá futuro político...

1:29 da tarde  
Blogger FSilva said...

Depois de regionalizar, não é preciso referendar.

1:30 da tarde  
Anonymous mitó said...

A quem serve a regionalização não sei, mas posso imaginar.Quanto à técnica de pôr no terreno e depois fazer o referendo...! Vendo pelo lado positivo, quem sabe, pode ser o primeiro passo para a despenalização do aborto, ou mesmo para as enovações na área de Administração Hospitalar...

2:55 da tarde  
Blogger Desambientado said...

Depende da forma como se a faz.

5:50 da tarde  

Enviar um comentário

<< Home